Zé Ricardo: “Estou muito feliz com o acesso e espero comemorar esse título no Independência”

zé ricardo f
Jovem Zé Ricardo, destaque do América-Mg na Série B.

Formado nas categorias de base do América-MG, o jovem volante Zé Ricardo de 21 anos, ganhou notoriedade na disputa da Copa São Paulo de Futebol Junior em 2016. Naquela competição, o América foi eliminado para o Flamengo na semifinal, mas já amanhã, diante do CRB, ele e o seu companheiro de time, Matheusinho, podem sentir de novo o sabor da conquista, a do título do Campeonato Brasileiro da Série B.

“Seria um feito muito grande na minha carreira, o título mais importante. Espero poder fazer parte disso, pois envolve toda a torcida, funcionários e todos merecem muito. O América-MG merece”.

Sendo o pilar do meio campo do Coelho com as diversas intervenções defensivas e roubadas de bola, Zé Ricardo ganhou a confiança do técnico Enderson Moreira. E quando esteve em campo nesta temporada, o América Mineiro foi derrotado apenas em duas oportunidades, mostrando muita contribuição logo no seu primeiro ano no time profissional.

zé ricardo amgf
Zé Ricardo durante partida do América-MG na Série B.

Natural do Município de Bom Jesus do Amparo, ele teve um início árduo com o trabalho na roça, mas foi ajudando a sua família que ele fortaleceu para alcançar o sonho de se tornar jogador. “Ter ajudado meus pais com as coisas aqui na roça, me ajudou muito a chegar onde eu cheguei. Acredito que não tive dificuldade no início, o trabalho nos ensina muito a crescer como pessoa, a valorizar mais as coisas. Acho que quando você entende que as coisas são mais difíceis, você dar mais valor e procura dar o seu melhor para a conquistas”, recorda Zé Ricardo.

Confira abaixo a entrevista com o volante Zé Ricardo do América Mineiro:

Como tem sido pra você esse ano no profissional do América-MG, tendo uma boa sequência e participação direta na campanha do acesso na Série B?

Tem sido uma experiência muito boa, trabalhei muito para isso, fiquei muito tempo base e cheguei ao profissional. No começo não estava tendo muitas oportunidades, mas vinha trabalhando firme e acabou que no Campeonato Mineiro joguei o último jogo que a gente já estava classificado para a semifinal. Nessa temporada comecei a jogar com o início do Campeonato Brasileiro, pude então ter uma sequência boa e ajudar a equipe. Estou muito feliz com esse acesso, participar disso e espero no sábado comemorar esse título no Independência.

Quais são os atletas que você se inspira dentro da sua posição?

Tem vários jogadores que eu gosto de ver vídeos. Pirlo, Iniesta, Xavi, Toni Kroos, Casemiro. Tem também o Hernanes agora no São Paulo, sempre gostei muito do jeito dele de jogar, procuro aprender um pouco com cada um.

zé r.jpg
Zé Ricardo em treinamento no Coelho.

O quanto a Copa São Paulo de Futebol Júnior foi importante na sua carreira e você acha que faltou algo para a equipe chegar até a final da competição em 2016?

Essa foi a minha 3ª Copa SP que disputei, ela teve uma importância muito grande na minha carreira, pois é a vitrine do futebol. A gente pode chegar na semifinal, fomos muito bem dentre as três anteriores que disputei. Não sei se tenha faltado algo para a gente naquele dia, nossa equipe estava muito focada, pensávamos que a gente poderia chegar e ganhar a todo momento. Só que ao final da partida a gente tomou um gol do Paquetá. O time do Flamengo também era muito bom, tinham o Vizeu, Ronaldo, que são jogadores e que estão bem hoje no futebol, então foi ruim não ter chegado na final, mas uma experiência muito grande.

Neste ano o técnico Enderson Moreira que faz um brilhante trabalho no América esteve próximo de deixar o clube diante das diversas propostas para outros times. O quanto a permanência dele ajudou o América-MG nesta campanha até a conquista do acesso?

Ele teve propostas de grandes clubes assim da Série A, mas no momento em que ele recusa essas propostas e permanece, acredito que ele ganha o grupo. Não que a gente não estivesse com ele, mas ele nos deu ainda mais força pra continuar acreditando no acesso e no próprio título a todo momento.

zé r4.jpg
Enderson Moreira foi o responsável pela subida de Zé Ricardo ao profissional. Neste ano ele recusou outras propostas e agora está a um jogo do título da Série B.

Como você vive a expectativa para o primeiro gol no profissional?

A gente fica na expectativa pra fazer esse gol, mas vai sair naturalmente. Não tenho pressa, o mais importante é a equipe está vencendo. Seria incrível e já imaginei saindo neste sábado. Ainda não sei se vou jogar esse último jogo, mas é trabalhar firme durante a semana, pra poder ser opção e ajudar o time de alguma forma.

O que o América-MG precisa fazer para ter um bom ano na Série A de 2018? 

Acho que isso depende muito do planejamento da diretoria, com contratações pontuais, por exemplo, aí a gente possa fazer uma grande temporada, permanecendo na Série A.

zé r1
Zé Ricardo durante treino do América-MG.

Nos últimos anos e também ao longo da história, o América-MG tem se destacado na formação de grandes jogadores para o futebol. Na sua opinião qual o diferencial pra esse belíssimo trabalho?

Acho que o diferencial sejam os profissionais que trabalham com o pessoal da base. Os treinadores, o pessoal da capacitação que trabalham muito bem e o clube acaba dando oportunidade pra gente mostrar o nosso trabalho, então isso é fundamental. É claro que a sonha em chegar à Europa, igual o caso do Danilo e o Richarlison que estão jogando no futebol inglês, pra mim seria realizar um sonho jogar na Inglaterra e a gente sabe que precisa trabalhar muito pra chegar lá.

O que você tem feito pra aliviar um pouco da tensão para essa partida de sábado contra o CRB que vale o título para o América-MG?

Gosto de ocupar a mente, as vezes eu gosto de ler, procuro ir na missa, rezar. Sou um cara muito tranquilo, faço as mesmas coisas com a família. Nesses dias estou lendo um livro do Sócrates, muito bom.

Seleção brasileira é um dos seus objetivos para o futuro e o que fazer para um dia vestir a amarelinha? 

A gente planeja chegar à seleção brasileira, mas primeiro eu quero pensar mais aqui no América-MG, trabalhar firme aqui. Tem o sonho de jogar na Europa, mas por enquanto é pensar só no América mesmo. Eu amo muito esse clube, tenho uma identificação muito grande, quero ganhar títulos aqui e quem sabe no futuro sendo bom para o clube e bom para mim, poder está buscando outros rumos se Deus quiser.

Você tem alguma mensagem final para os nossos leitores e qual o recado para o torcedor americano nessa última partida?

Eu gostaria de agradecer a oportunidade, bacana demais está participando aqui no site de vocês. Mando um recado para a torcida do América-MG, se Deus quiser a gente vai fazer de tudo pra conquistar essa vitória e trazer esse titulo para o América, que como nós jogadores e a torcida merecem. Esperamos eles em peso, durante o ano sempre nos apoiaram e estiveram do nosso lado, foi muito importante o papel da torcida do nosso lado, finaliza.

16464477_1782129812106101_815997838679867392_n
Motivos para sorrir não faltam ao jovem Zé Ricardo que no sábado pode conquistar o seu 1° título no futebol profissional.

Perguntas de respostas rápidas com o volante Zé Ricardo:

1- Hobby predileto? Ler Livro.

2- Comida favorita? Açaí.

3- Gosto musical? Sertanejo.

4- Campeonato europeu favorito? Premier League.

5- A partida mais especial deste ano? Criciúma no 1° turno.

6- Tv? Até o último homem.

7- Bom Jesus do Amparo ou BH? Minha cidade, Bom Jesus do Amparo.

8- Livro favorito? Bíblia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s