Jon Stead: a esperança do Meadow Lane

Ele não traz apenas gols em seu currículo. Porque o seu jogo, a sua experiência e seu exemplar profissionalismo são de primeira classe. Jon Stead é o goleador grã-fino que qualquer treinador gostaria de ter em seu vestiário.

large
Líder, capitão e artilheiro: este é Jonathan Graeme Stead.

Neste momento, Jon Stead é a maior esperança de salvação e também o único homem capaz de poder mudar o rumo do clube profissional mais antigo do futebol mundial, que está lutando para deixar a zona de rebaixamento na quarta divisão inglesa.

Nascido na cidade de Huddersfield e revelado no Huddersfield Town, o veterano atacante Jon Stead, hoje com 35 anos, passou por vários clubes da Terra da Rainha durante a sua carreira, mas foi no Notts County Football Club que ele deixou a sua marca e se tornou ídolo no mais tradicional clube inglês. Não com títulos, como a maioria dos jogadores nacionais, mas com gols decisivos, dedicação e muita raça.

A carreira de Jonathan Graeme Stead começou em Agosto de 2002, quando aos 19 anos, fez a sua estreia no profissional e terminou a primeira temporada como profissional com seis gols em 42 jogos. No início da temporada 2003-04, Jon Stead marcou três gols nos quatro primeiros jogos, e despertou o interesse de grandes clubes.

Com 18 gols marcados no início da temporada 2003-04, ele acabou se transferindo para Blackburn em janeiro. Sua estreia na Premier League foi contra o Middlesbrough, e claro, ele deixou o dele. Foram 42 jogos e 6 gols decisivos para salvar o clube do rebaixamento.

Após a chegada do lendário Craig Bellamy, Jon Stead perdeu espaço no time e foi vendido para o Sunderland por dois milhões de libras. A passagem dele pelo Sunderland foi bem discreta. Stead ficou 11 meses sem marcar um golzinho e chegou a ser considerado na época como um dos piores atacantes da Premier League.

0_53384527 (1).jpg
Jon Stead em ação pelo The Black Cat.

Em outubro de 2006, Jon Stead foi emprestado ao Derby County e fez outra passagem discreta. Então, em Janeiro de 2007, ele assinou com o Sheffield United. Dois dias depois, fez sua estreia com a camisa dos Blades na Premier League. Seu primeiro gol sairia na terceira rodada contra o Fulham.

Mesmo marcando oito tentos em 39 jogos pelos BladesStead tinha dois concorrentes fortes pela posição. Já que Jamie Beattie e Billy Sharp tornavam a titularidade de Stead mais difícil e logo ele foi emprestado ao Ipswich Town e ao fim do empréstimo, confirmou a permanência no clube. Fazendo 18 gols em 63 jogos e em Fevereiro de 2010, ele foi emprestado ao Coventry City até o final da temporada. Com mais 10 jogos e dois gols, Stead estava próximo de assinar com o Blackpool, mas o salário pedido pelo jogador era muito alto e os Tangerines recusaram.

article-2193493-14AFEAB6000005DC-277_634x401.jpg
Jon Stead comemora gol pelo Bristol City.

Em agosto de 2010, Stead assinou com o Bristol City e tudo parecia certo na carreira do jogador, até que em Maio de 2013, ele foi dispensado pelo clube por questões pessoais. Além disso, os filhos dele queriam ficar mais tempo com os avós.

De volta ao lar, Jon Stead fez sua reestreia pelo Hudderfield Town em Agosto de 2013 e em uma curta passagem pelo clube que o revelou, foi novamente emprestado. Jogou no Oldham por um mês e terminou a temporada no Bradford City, onde com honras meritórias conseguiria até um elogio do português José Mourinho, depois de marcar um gol no Stamford Bridge e derrubar o poderoso Chelsea com uma vitória épica de 4 a 2 na 134ª Edição da Copa da Inglaterra.

4892e13b00000578-0-image-a-16_1516899542295
Jon Stead acerta um lindo chute e encaminha a vitória história do Bradford City, que chegaria à 6ª fase final, sobre o Chelsea de Ramires e Drogba.

Em Julho de 2015, Stead chegou ao Notts County e logo caiu nas graças da torcida marcando 14 gols em 48 jogos e ajudando o clube na fuga contra o rebaixamento.

Na temporada seguinte, ele terminou como artilheiro do time e novamente ajudou o time na briga contra o rebaixamento. Na temporada 2017/18, o protagonismo do time ficou com o jovem e talentoso Jorge Grant, mas Stead foi importante e terminou a temporada como vice-artilheiro. Foram 13 gols em 53 jogos. Foi à temporada que Stead mais jogou em toda carreira. Ele ajudou o time a chegar aos playoffs, mas foram eliminados pelo Coventry City.

dnjxxgixgaaaqth
Stead celebra mais um de seus milhares de gols com os Magpies.

O primeiro jogo da semifinal dos playoffs da League Two ficou 1-1 na Ricoh Arena. Era um ótimo resultado para os magpies, mas o desastre foi no Meadow Lane.

Com mais de 17 mil torcedores, o Notts perdeu por 4-1, talvez, uma das piores e mais dolorosas derrotas do clube na história. Aos 35 anos, Stead ainda está em forma, e começou a temporada 2018/19 com tudo. São nove gols em 24 jogos, um desses gols foi especial para ele.

O gol de número 50 com a camisa dos magpies saiu no 165° jogo dele pelo clube. No entanto, os seus companheiros não estão ajudando o Notts County que amarga à última posição da League Two, com apenas 21 pontos e a 8 da saída da zona da confusão

Mesmo com a situação desconfortável dos Magpies, Stead está fazendo o dever de casa e com sua performance notável, ele até reconhece que receber a braçadeira, marcar 50 golos em Nottingham e fazer 550 jogos na carreira é realmente esplêndido e único.

Não sabemos se ele permanecerá depois do fim da temporada, mas com certeza o atacante Jon Stead será lembrado eternamente pelos torcedores do Notts County.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s